O artigo, publicado por Samuel Oliveira na Revista de História Comparada (volume 14, número 1), analisa a formação das favelas no Rio de Janeiro e Belo Horizonte entre as décadas de 1890 e 1920.

A análise compara o surgimento do topônimo “favela” para nomear a pobreza urbana nas duas cidades, compreendendo como as reformas urbanas e as transformações sociais do início do século XX afetaram as relações de classe e raça no cotidiano das duas cidades. A palavra “favela” designava um estigma social imputado aos trabalhadores que enfrentavam condições adversas para estabelecer suas moradias no espaço urbano.

Fonte: BACKHAUSER, Everaldo. “Onde moram os pobres?”. Renascença. Rio de Janeiro, 13/03/1905. p. 90- 91.

Samuel Oliveira é pesquisador do LEHMT-UFRJ e professor no CEFET-RJ e possuí vários trabalhos enfocando a história social das favelas e a política urbana ao longo do século XX.

Link do artigo disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/RevistaHistoriaComparada/article/view/34572

Crédito da imagem de capa: MELLO, Thiz G. Antiga “Favella” de 1897, [1896-1897], Fotografia em Gelatina, 16,6 x 23 cm. Museu Histórico Abílio Barreto. Fundo Comissão Construtora da Nova Capital. CCFot1896010.             

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.