Dossiê Baixada Fluminense: um Calhamaço de Pesquisa para Superar o Close-Up da Fronteira – Felipe Ribeiro

O dossiê reúne uma coletânea de artigos sobre a Baixada Fluminense, assinada por uma nova geração de historiadores, cuja produção acadêmica tem se destacado nas últimas décadas. Partindo de uma reportagem da revista “O Cruzeiro”, datada de 1961, repleta de clichês e estigmas sobre a Baixada – representada como a “fronteira sangrenta do Rio de Janeiro” – este dossiê propõe outras imagens sobre a região, mais densas, instigantes e críticas. Organizado por Jean Sales, Alexandre Fortes, Álvaro Nascimento e Felipe Ribeiro, a coletânea de artigos apresenta um “calhamaço” de estudos recentes sobre a Baixada Fluminense, visando desconstruir caricaturas e reforçando análises criteriosas que deem conta da complexidade da região.

Dossiê Baixada Fluminense: um Calhamaço de Pesquisa para Superar o Close-Up da Fronteira, na Revista do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro (AGCRJ)

Ilustração: Revista “O Cruzeiro”. 04/11/1961. p.22.

LEHMT

0 thoughts on “Dossiê Baixada Fluminense: um Calhamaço de Pesquisa para Superar o Close-Up da Fronteira – Felipe Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Artigo Apontamentos sobre a Indústria Têxtil Fluminense no Contexto Pós Segunda Guerra Mundial: Padrões e Peculiaridades de Fábricas com Vila Operária - Felipe Ribeiro

seg dez 31 , 2018
O artigo compõe um dossiê sobre industrialização fluminense e busca apresentar um panorama do setor têxtil de algodão no estado do Rio de Janeiro a partir da Segunda Guerra Mundial, período considerado “áureo” para as fábricas de tecidos no país. O texto propõe uma análise de algumas unidades fabris e […]
%d blogueiros gostam disto: