Labuta #07: O que é história social do trabalho? – Entrevista com Larissa Rosa Corrêa


Larissa Rosa Corrêa é professora adjunta do Departamento de História da PUC-Rio, tutora do PET-História da PUC-Rio (triênio de 2018-2020). Possui graduação em História pela Universidade Estadual Paulista (2000), concluiu mestrado em 2007, com bolsa Fapesp, e o doutorado (2013), com bolsa Capes, em História Social na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Entre os anos de 2008 e 2009, atuou como servidor público no Arquivo Público do Estado de São Paulo, mais especificamente na organização do acervo Deops-SP, período em que coordenou o projeto Memórias Reveladas naquela instituição. Realizou pós-doutorado no IISH em Amsterdam, com bolsa concedida pelo próprio instituto, durante os meses de setembro de 2013 a janeiro de 2014. Foi uma das ganhadoras do concurso de publicação de teses de 2014 realizado pelo Cecult/Unicamp. É membro do GT Mundos do Trabalho/ Anpuh e da RELATT (Red Latinoamericana de Trabajo y Trabajador@s).

Direção, Roteiro e Produção: Deivison Amaral, Heliene Nagasava.
Ano de produção: 2019
Duração: 9’35’’

Labuta é um canal de vídeos do LEHMT sobre história, trabalho e sociedade.
A série “O que é história social do trabalho?” inaugura o Labuta. Durante o ano de 2019, publicaremos a série, que tem por objetivo apresentar o campo de estudos da história social do trabalho a partir de entrevistas com especialistas.

www.lehmt.org
Produção do LEHMT – Laboratório de Estudos da História dos Mundos do Trabalho da UFRJ

LEHMT

0 thoughts on “Labuta #07: O que é história social do trabalho? – Entrevista com Larissa Rosa Corrêa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Contribuição especial #02: 1979, 40 anos depois: “você está presente, companheiro Santo”

ter dez 3 , 2019
Contribuição especial de Pâmela Almeida¹ No dia 28 de agosto de 2019 completaram-se quarenta anos da promulgação da Lei de Anistia no Brasil. As datas comemorativas têm o poder de ativar a memória, trazendo à tona os conflitos existentes entre os diversos atores que querem tornar pública e legítima a […]
%d blogueiros gostam disto: