"Quem construiu a Tebas de sete portas?
Nos livros estão nomes de reis.
Arrastaram eles os blocos de pedra?
E a Babilônia várias vezes destruída. Quem a reconstruiu tantas vezes?
Em que casas da Lima dourada moravam os construtores?
Para onde foram os pedreiros, na noite em que a Muralha
da China ficou pronta?
A grande Roma está cheia de arcos do triunfo.
Quem os ergueu? Sobre quem triunfaram os césares?"

BRECHT, B. Perguntas de um trabalhador que lê.

No âmbito das atividades de extensão da Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio Vargas, o Laboratório de Estudos dos Mundos do Trabalho e Movimentos Sociais (LEMT), nos meses de setembro e outubro de 2017, promoverá o minicurso Trabalhadoras e trabalhadores na História do Brasil. O minicurso é gratuito e voltado para alunas e alunos do ensino médio da rede pública e privada.

A proposta do minicurso procura articular a pesquisa de excelência sobre história social do trabalho realizada no CPDOC/FGV com a área de ensino em história e ciências sociais. O incremento da qualidade da educação brasileira, a ampliação do espaço de reflexão crítica entre alunos/as, professores/as e comunidade escolar em geral, a construção de uma cultura escolar democrática, bem como uma maior integração entre os conhecimentos produzidos na Universidade e nas escolas de ensino fundamental e médio são todas preocupações e questões articuladas à missão da Fundação Getulio Vargas em geral, e aos interesses e projetos da Escola de Ciências Sociais da FGV em particular.

Estas discussões ganham ainda maior relevância em um momento de debates e implementação de uma nova proposta da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), patrocinada pelo Ministério da Educação. Neste contexto, o lugar da disciplina de História (bem com como das Ciências Sociais em geral) e de seu potencial papel como um dos componentes estruturadores da cultura escolar do Ensino Médio têm provocado acirradas disputas políticas e acadêmicas.

Ao longo dos últimos anos, o LEMT/CPDOC criou uma forte cultura de debate coletivo e divulgação pública do conhecimento na área de história social do trabalho, envolvendo professores universitários e estudantes de diversos níveis. Somada à qualidade e diversidade da pesquisa realizada por seus participantes, muitos membros do LEMT/CPDOC são também professores de ensino médio, com larga experiência no campo e nos debates educacionais e pedagógicos.

Público alvo: Alunos e alunas do ensino médio alunas e alunos do ensino médio da rede pública e privada da rede pública do Rio de Janeiro e região metropolitana.

Presença e certificado: Serão concedidos certificados de participação para os/as alunos/as que tiveram no mínimo 75% de presença.

Local: As aulas serão ministradas no Auditório 308 da FGV (Praia de Botafogo, 190). A FGV exige um documento de identificação para acesso ao prédio e não é permitida a entrada de pessoas com bermudas, regatas ou chinelos.