Livro “História do Trabalho: entre debates, caminhos e encruzilhadas” (download gratuito).

Em 2020, foi lançado o livro “História do Trabalho: entre debates, caminhos e encruzilhadas”, organizado por Clarice Speranza (UFRGS). O livro contém artigos de vários autores e autoras resultantes de pesquisas recentes no campo da história do trabalho.

O capítulo “Igreja Católica e Mundo do Trabalho no Brasil: breve análise historiográfica” foi escrito por Deivison Amaral (PUC-Rio), pesquisador do LEHMT, em coautoria com Isabel Bilhão (UNISINOS). No capítulo, os autores analisam a produção historiográfica brasileira que trata da relação entre a Igreja Católica e os trabalhadores em longa duração. Essa relação é analisada considerando o advento da Ação Católica Brasileira (ACB), em 1935, como marco que separou dois momentos distintos. Antes da ACB, havia um catolicismo social voltado ao mundo do trabalho, mas que era majoritariamente dirigido por leigos, enquanto depois da ACB, houve uma hierarquização do movimento pela Igreja Católica no Brasil. Esse segundo momento conta com historiografia mais vasta e o primeiro, apesar de contar com estudos recentes, ainda carece de mais atenção da historiografia brasileira.

O texto defende a importância de se pensar a religião como mais um dos muito elementos constitutivos da experiência de classe, rompendo com as visões pejorativas sobre a presença da Igreja Católica no meio operário. A atuação da Igreja que não se limita a acusações pelo enfraquecimento das lutas, pela cooptação de trabalhadores ou pelo colaboracionismo patronal. Essa abordagem permite a compreensão de que tanto os elementos desagregadores quanto as estratégias de resolução ou atenuação de conflitos em busca da unidade compõem as vivências operárias e precisam ser levadas em conta nos estudos que pretendem considerar a complexidade dos mundos do trabalho. A religião deve ser considerada, definitivamente, como um desses elementos. Tal postura investigativa permite compreender ainda a existência de outras formas de resistência que escapam ao padrão revolucionário clássico, buscando pensar as especificidades da luta social dentro do catolicismo.

O livro conta ainda com 11 capítulos, conforme sumário abaixo, e sua versão digital está disponível para download gratuito na Amazon.

Sumário

APRESENTAÇÃO

Entre debates, caminhos e encruzilhadas

Clarice Gontarski Speranza

PARTE 1

Reformas e lutas por direitos

1. Reforma Trabalhista: emprego, tempo e história

Fernando Teixeira da Silva

2. Los intentos de Reforma Laboral regresiva en la Argentina desde 2015: una lectura en perspectiva histórica

Victoria Basualdo

3. Desafios para os rurais em tempos de globalização

Clifford Welch

4. O Judiciário e a Reforma Trabalhista: as alterações  na legislação trabalhista entre 1943 a 2017

Alisson Droppa

PARTE 2

Experiência e diversidade nos mundos do trabalho

5. Notícias do Brasil e do mundo: os planos dos fazendeiros de negociarem com “seus” “ex-escravos” a organização do trabalho livre

Antonio Luigi Negro

6. Manoel de Souza Lobo, o mundo do trabalho nos seringais do Rio Madeira (AM) e a relação com os índios Parintintin (1913-1932)

Davi Avelino Leal

7. Para garantir os direitos do operário e defendê-lo contra as injustiças e as opressões: mundos do  trabalho, Tratado de Versalhes (1919) e a Conferência Internacional do Trabalho (1938)

Glaucia Vieira Ramos Konrad

8. A Casa do Trabalhador do Amazonas: o quartel general dos trabalhadores

da terra cabocla (1944-1964)

César Augusto Bubolz Queirós

PARTE 3

Percursos e debates historiográficos

9. Guerra, revolução e movimento operário: as greves gerais de 1917-1919 no Brasil em perspectiva comparada

Aldrin Castellucci

10. Igreja Católica e Mundos do Trabalho no Brasil: breve análise historiográfica

Deivison Gonçalves Amaral

Isabel Aparecida Bilhão

11. Trabalhadores brasileiros antifascistas, III Internacional e a Aliança Nacional Libertadora entre 1934 e 1935: história e historiografia

Diorge Alceno Konrad

LEHMT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Vale Mais #05 - O SUS e os mundos do trabalho

dom maio 24 , 2020
Vale Mais é o podcast do Laboratório de Estudos de História dos Mundos do Trabalho da UFRJ. O objetivo é discutir história, trabalho e sociedade, refletindo sobre temas contemporâneos a partir da perspectiva da história social. O episódio #05 é sobre O SUS e os mundos do trabalho. A pandemia do Covid 19 colocou em pauta o Sistema Único de Saúde, o eixo central do combate à doença no Brasil. Conquista importante da Constituição de 1988, o SUS tem sua história profundamente ligada às mobilizações em torno da redemocratização do país e às lutas dos trabalhadores e trabalhadoras dos anos 1970 e 1980. Quem responde essas perguntas é o historiador José Roberto Franco Reis, doutor em História Social do Trabalho pela Unicamp e pesquisador da Casa de Oswaldo Cruz da Fundação Oswaldo Cruz. Produção: Deivison Amaral, Heliene Nagasava, Julia Chequer, Paulo Fontes e Yasmin Getirana. Roteiro: Heliene Nagasava, Julia Chequer e Paulo Fontes. Apresentação: Yasmin Getirana.
%d blogueiros gostam disto: