Vale Mais #15 – Biografia e Militância Feminina



Vale Mais é o podcast do Laboratório de Estudos de História dos Mundos do Trabalho da UFRJ, que tem como objetivo discutir história, trabalho e sociedade, refletindo sobre temas contemporâneos a partir da história social do trabalho.

O episódio #15 do Vale Mais é sobre Biografia e Militância Feminina.

Este é sétimo episódio da segunda temporada do podcast Vale Mais. Nesta temporada realizamos uma série de conversas com jovens doutores/as no campo da História Social do Trabalho. Eles/as explicam seus temas de pesquisa e processos de elaboração de suas teses. Neste episódio, conversamos com Roger Camacho, doutor pelo Programa de Pós-Graduação em História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (IFCH-UFRGS). Roger defendeu a tese “Entre lágrimas, sorrisos e muita luta: a inserção das mulheres nos espaços políticos do Brasil por meio das trajetórias de três militantes de esquerda – Lélia Abramo (1911 –2004), Luíza Erundina de Sousa (1934 –) e Irma Passoni (1943 -)”, sob orientação de Benito Bisso Schmidt. Em nossa conversa, Roger enfatiza a importância de evitar generalizações ao estudar os sujeitos históricos. Com um amplo escopo de fontes nosso convidado enfrentou os temas da memória e da escrita de si em um desafio que envolve diversos campos de estudos como gênero, trabalho, religiosidade e história política.

Dica da entrevistado: Revolução em Dagenham (filme)

Produção: Felipe Ribeiro, Flávia Veras, João Christovão e Larissa Farias
Roteiro: Felipe Ribeiro, Flávia Veras, João Christovão e Larissa Farias 
Apresentação: Larissa Farias 

Vozes Comunistas #07: Dirce Machado Vale Mais

Vale Mais é o podcast do Laboratório de Estudos de História dos Mundos do Trabalho da UFRJ, que tem como objetivo discutir história, trabalho e sociedade, refletindo sobre temas contemporâneos a partir da história social do trabalho. “Vozes comunistas” é uma série especial do Vale Mais, podcast do LEHMT/UFRJ. Nessa série homenageamos o centenário do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e divulgamos áudios que permitem uma reflexão sobre as fortes e complexas relações entre o partido e os mundos do trabalho ao longo da história do país. A cada quinze dias, um trecho de uma entrevista de antigos sindicalistas, lideranças operárias e camponesas ou mesmo trabalhadores/as de base conta um pouco da história do PCB e sua importância para a história do trabalho no Brasil. Pesquisamos áudios em acervos públicos e particulares de todo o país, que serão apresentados por pesquisadores e historiadores especialistas na trajetória do partido. Em nosso sétimo episódio, apresentamos trechos de uma entrevista com Dirce Machado. No trecho que ouviremos, Dirce fala sobre a fundamental participação das mulheres nas revoltas dos trabalhadores rurais na região de Trombas e Formoso em Goiás nos anos 1950. Conta ainda sobre sua prisão durante a ditadura militar. Essa voz comunista é apresentada pela historiadora Paula Elise. Projeto e execução: Ana Clara Tavares, Felipe Ribeiro, Larissa Farias e Paulo Fontes Apoio: Centro de Documentação e Imagem da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Agradecemos às instituições e pesquisadores que gentilmente colaboraram com nosso projeto.
  1. Vozes Comunistas #07: Dirce Machado
  2. Vozes Comunistas #06: Eloy Martins
  3. Vale Mais #21: Trabalhadores em frigoríficos
  4. Vozes Comunistas #05: Demistóclides Batista (Batistinha)
  5. Vozes Comunistas #04: Afonso Delellis

LEHMT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

LMT#97: Fábrica e vila operária Rheingantz, Rio Grande (RS)- Caroline Matoso

qui out 7 , 2021
Caroline MatosoDoutoranda em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul A primeira empresa têxtil do  Rio Grande do Sul se estabeleceu no município de Rio Grande em 1873, sendo conhecida popularmente como Fábrica Rheingantz. A indústria atraiu migrantes de regiões rurais e de imigrantes europeus que viam nela […]
%d blogueiros gostam disto: