Vale Mais Especial: Entrevista com Elvira Boni – por Ângela de Castro Gomes e Eduardo Stotz

Vale Mais é o podcast do Laboratório de Estudos de História dos Mundos do Trabalho da UFRJ, que tem como objetivo discutir história, trabalho e sociedade, refletindo sobre temas contemporâneos a partir da história social do trabalho.

O episódio #Especial do Vale Mais é uma entrevista com Elvira Boni, realizada por Ângela de Castro Gomes e Eduardo Stotz

Para celebrar o Primeiro de Maio, o Vale Mais reproduziu um trecho da entrevista concedida por Dona Elvira Boni em 1983 para Ângela de Castro Gomes e Eduardo Stotz. O Primeiro de Maio de Dona Elvira é repleto de lutas e cantorias e narra as manifestações desse dia, em 1919, no Rio de Janeiro, realizado numa efervescente conjuntura política e de ascensão das lutas operárias. Elvira Boni narrou o clima festivo e de entusiasmo daquele evento, quando milhares de trabalhadoras e trabalhadores tomaram as ruas do Rio cantando suas palavras de ordem e seus hinos. 
Viva o Primeiro de Maio!

Participação: Ângela de Castro Gomes
Produção: Deivison Amaral, Heliene Nagasava e Larissa Farias
Roteiro: Ângela de Castro Gomes, Deivison Amaral, Larissa Farias e Paulo Fontes.
Apresentação: Larissa Farias 

Referência da entrevista: Entrevista Elvira Boni Lacerda. 5º Entrevista: 02.10.1983. Fita 7-A. Acervo CPDOC/FGV.

Livro: Velhos Militantes: Depoimentos. Ângela de Castro Gomes (coordenadora). Rio de Janeiro: Editora Zahar, 1988.

Vozes Comunistas #05: Demistóclides Batista (Batistinha) Vale Mais

Vale Mais é o podcast do Laboratório de Estudos de História dos Mundos do Trabalho da UFRJ, que tem como objetivo discutir história, trabalho e sociedade, refletindo sobre temas contemporâneos a partir da história social do trabalho. “Vozes comunistas” é uma série especial do Vale Mais, podcast do LEHMT/UFRJ. Nessa série homenageamos o centenário do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e divulgamos áudios que permitem uma reflexão sobre as fortes e complexas relações entre o partido e os mundos do trabalho ao longo da história do país. A cada quinze dias, um trecho de uma entrevista de antigos sindicalistas, lideranças operárias e camponesas ou mesmo trabalhadores/as de base conta um pouco da história do PCB e sua importância para a história do trabalho no Brasil. Pesquisamos áudios em acervos públicos e particulares de todo o país, que serão apresentados por pesquisadores e historiadores especialistas na trajetória do partido. Em nosso quinto episódio, apresentamos trechos de uma entrevista com Demistóclides Batista, o Batistinha. Um dos principais sindicalistas do PCB, Batistinha era ferroviário, trabalhador negro, foi presidente do Sindicato dos Ferroviários da Estrada de Ferro Leopoldina e um importante líder da categoria ferroviária no pré-1964. Essa voz comunista é apresentada pela historiadora Isabella Vilarinho. Projeto e execução: Ana Clara Tavares, Felipe Ribeiro, Larissa Farias e Paulo Fontes Apoio: Centro de Documentação e Imagem da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Agradecemos às instituições e pesquisadores que gentilmente colaboraram com nosso projeto
  1. Vozes Comunistas #05: Demistóclides Batista (Batistinha)
  2. Vozes Comunistas #04: Afonso Delellis
  3. Vale Mais #20: Cultura Negra e Mundos do Trabalho
  4. Vozes Comunistas #03: Josefa Pureza
  5. Vozes Comunistas #02: Hércules Corrêa

LEHMT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

LMT #76: Usina Wigg, Miguel Burnier, Ouro Preto (MG) – Luana Campos Akinruli

qui maio 6 , 2021
Luana Campos Akinruli Doutora em Antropologia pela Universidade Federal de Minas Gerais A importante presença dos trabalhadores na história de Miguel Burnier, distrito de Ouro Preto, Minas Gerais, quase nunca é evidenciada e divulgada. Dispersos na paisagem local existem sítios de vilas operárias, de conjuntos ferroviários e um patrimônio arquitetônico […]
%d blogueiros gostam disto: